Pontos Turísticos de Tiradentes-MG

Pontos Turísticos de Tiradentes-MG

Ponte das Forras
Atravessando a ponte de pedra sob o Ribeiro de Santo Antônio, chega-se ao simpático Largo das Forras. Ponte e largo possuem o mesmo nome, uma referência às escravas alforriadas que aí moravam na época colonial.

 

 


Largo das Forras
Ao longo dos anos, o Largo das Forras passou por diversas modificações. O casario transformado em pousadas, restaurantes e lojas fez do local um ponto de encontro de turistas e visitantes. O atual projeto urbanístico é de autoria do paisagista Roberto Burle Marx.

No largo, há um monumento alusivo ao centenário de morte de Tiradentes, erigido em 1892.


Prefeitura Municipal

O sobrado que hoje abriga a Prefeitura Municipal chama a atenção pelo seu porte. É a única edificação de três pavimentos do centro histórico de Tiradentes.

Localização:
Rua Resende Costa, 71 – Centro.

 


Centro Cultural Yves Alves
O Centro Cultural Ives Alves foi concebido com intenção de constituir uma entidade cultural auto sustentável, que promova a melhoria da qualidade de vida da comunidade local, através da realização de eventos que visem difundir o conhecimento da cidade e desenvolver suas instituições culturais e empresariais.

Localização:
Rua Direita, 168 – Centro.
Utilização: Centro Cultural
Funcionamento: quarta a segunda, das 10h às 18h.


Sobrado Aimorés
O sobrado Aimorés é um importante exemplar da arquitetura civil da cidade. Sua fachada, dominada por um correr de portas e janelas, revela a impetuosidade das construções do século XVIII.

Localização: Rua Direita, 159 – Centro.
Utilização: Sede do Aimorés Futebol Clube.

 


Casa do Comendador Assis
Esta casa serviu de residência ao comendador Carlos José de Assis na segunda metade do século XIX. Estimado pelos tiradentinos, o comendador fazia parte de um dito popular, que relacionava as coisas de maior apreço da comunidade local: a Matriz, o Chafariz e o Comendador Assis.

Localização: Largo do Sol, s/nº – Centro.
Utilização: Escola Municipal Marília de Dirceu.

 


Monumento a Tiradentes
Um monumento erguido em 1962 homenageia Joaquim José da Silva Xavier, Tiradentes – o herói nacional que deu nome à cidade.


Localização: Largo do Sol.

 


Casa da Cultura
Esta casa pertenceu à Confraria da Santíssima Trindade e foi adquirida pela Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade para criação de um centro de estudos sobre o patrimônio cultural do Brasil. É conhecida como Casa da Cultura.

Inaugurada em dezembro de 1974, possui documentos referentes ao período colonial. Fazem parte do acervo publicações do Arquivo Público Mineiro e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, além de trabalhos de artistas modernistas brasileiros: uma tela de Guignard, três estudos de Cândido Portinari e um poema de Carlos Drummond de Andrade sobre Tiradentes.

De agradáveis proporções, o casarão possui 14 cômodos ornamentados com interessantes pinturas no forro, especialmente a de frutas brasileiras e a de uma cena campestre em que aparece um pastor negro ao lado de uma pastora branca.


Localização: Rua Padre Toledo, s/nº – Centro.

Utilização:Centro de Estudos de História Brasileira / Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade.
Funcionamento: Quarta a segunda-feira, das 9 às 17 horas.


Casa de Custódio Mesquita
A casa onde viveu o compositor Custódio Gomes, falecido em 1919, possui bonito pintura no teto representando os cinco sentidos. Pertence, ainda hoje, a seus herdeiros.

Localização:
Rua Padre Toledo, 114 – Centro.

 


Poço da Matriz
O Poço da Matriz fornecia água potável à população tiradentina antes do Chafariz de São José ser construído. Parte do caminho de acesso é calçada e apresenta vegetação exuberante. É também conhecido como Poço dos Escravos.

Localização:
Fundos da Matriz de Santo Antônio.

 


Casa da Câmara
Ao longo dos anos, a casa que abrigou a câmara e o antigo fórum da cidade sofreu várias modificações. A agradável varanda foi acrescentada à sua fachada, possivelmente, no final do século XVIII, e o brasão no centro da cimalha recebeu sucessivas gravações: as armas de Portugal, as do Império e, mais tarde, as da República.

Em 1970, o prédio foi doado à Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade, que desde então nele realiza concertos, exposições e seminários.

Em 1985, parte do imóvel foi cedida à Câmara Municipal de Tiradentes, reintegrando de certo modo o prédio à sua função original.

Localização: Rua da Câmara, 53 – Centro.
Utilização: Espaço Cultural / Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade e Câmara Municipal de Tiradentes.

 


Sobrado Ramalho
Este sobrado, situado no local conhecido como Quatro Cantos, na esquina das ruas Direita e da Câmara, é considerado o mais antigo da cidade. Foi residência particular da família Ramalho, que fundou a centenária Orquestra e Banda Ramalho em 1860. No século XX, abrigou um pequeno teatro no andar térreo.

Localização: ua da Câmara, s/nº – Centro.
Utilização: Escritório Técnico de Tiradentes / 13ª Coordenação Regional – IPHAN e sedes da Sociedade Orquestra e Banda Ramalho, do Instituto Histórico e Geográfico de Tiradentes e da Sociedade dos Amigos de Tiradentes – Sat.
Funcionamento: Escritório Técnico do IPHAN: segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.


Solar do Padre Caldeira
O belo solar pertenceu ao Padre João Batista Caldeira e possuía uma capela aberta à visitação pública.

 

Localização:
Largo do Ó, 1 – Centro.


Chafariz de São José
Um dos mais belos exemplares do período colonial, o Chafariz de São José foi construído pela Câmara Municipal em 1749 para abastecer a cidade de água potável.

Apresenta elementos tipicamente barrocos: pilastras, coruchéus, volutas e cruz. Possuem três carrancas esculpidas em pedra, que jorram água em um tanque único, um pequeno nicho com a imagem de São José de Botas e um brasão com as armas de Portugal.

Atende ainda hoje à população, trazendo água puríssima da Serra de São José em antigo aqueduto de pedra.

Localização:
Largo do Chafariz – Centro

 


Bosque Mãe D’água
No sopé da Serra de São José, o Bosque da Mãe D’Água guarda a nascente que abastece o Chafariz de São José. Apresenta trechos de vegetação remanescente da Mata Atlântica, que podem ser apreciados junto ao antigo aqueduto de pedra, construído, provavelmente, no século XVIII.

Localização: Largo do Chafariz – Centro.
Visitação: Quarta a domingo, das 7h às 16h.

 


Balneário Águas Santas
No sopé da Serra de São José, do outro lado da cidade existe o Balneário de Águas Santas com grande piscina de água radioativa, excelentes duchas, play ground, campos de futebol, lago e outros locais para diversão. A temperatura da água é de 28ºC. O Balneário existe desde meados do século XIX e era inicialmente explorado pela Câmara e Prefeitura, tendo sido doada ao estado em 1958. No local há restaurantes e bares e uma capela de Nossa Senhora da Saúde, construída no início do século XX.

O acesso ao Balneário se faz tomando rodovia São João del Rei – BR 040. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *